A Junta da Freguesia de Ramalde reforça o apoio às famílias!

 
                     
 
» A Junta da Freguesia de Ramalde reforça o apoio às famílias!

A Junta da Freguesia de Ramalde está atenta ao impacto que a pandemia está a ter nos Ramaldenses e implementou medidas para acompanhar e apoiar as famílias que foram mais afetadas, com perda de rendimentos e dificuldades em assegurar a sua subsistência. A intervenção ao nível da Ação Social foi reforçada, através do gabinete de ação social, que desde o princípio, esteve sempre com um piquete “in loco”, ouvindo e resolvendo casos difíceis que, dia a dia, começaram a chegar, pelas razões de todos conhecidas: empresas em lay-off,  desemprego com grande impacto em trabalhadores precários e suas famílias e agregados que viviam de economias paralelas, procurando avaliar e responder a todas as situações apresentadas pela população e pelas instituições que atuam na freguesia, tendo em vista mitigar os efeitos da pandemia COVID-19 e as consequentes repercussões sociais e económicas.

Para fazer face às necessidades urgentes da população, a Junta de Ramalde, através do Serviço de Ação Social, tem levado a cabo diversas iniciativas de apoio social às famílias, das quais se destacam:
-  Entrega de refeições diárias através do projeto Ramalde Solidário;

- Apoio económico de emergência, no âmbito do Fundo de Emergência Social (FES) que continua a assumir-se como resposta importante para as famílias que enfrentam sérias dificuldades económicas e que visa, entre outros, a aquisição de medicação, o pagamento esporádico de despesas como a renda de casa, a água, a luz;

- Atribuição de cabazes alimentares às famílias que se encontram em situação de emergência alimentar e que recorrem diretamente aos nossos serviços ou se inscrevem na Rede de Emergência Alimentar do Porto, a qual a autarquia integrou com vista a responder às necessidades dos Ramaldenses. Uma parceria entre o Banco Alimentar e algumas Instituições da Cidade do Porto que permite aos cidadãos a inscrição/registo das suas necessidades, via plataforma eletrónica que depois são encaminhadas para a instituição mais próxima ou que melhor pode apoiar o cidadão.

Todo este trabalho é feito mediante uma avaliação da situação socioeconómica de cada agregado e em estreita articulação com as entidades que atuam na Freguesia, como os Serviços de Atendimento e Acompanhamento Social (SAAS), Serviço Local de Atendimento de Ação Social do Porto Ocidental (RSI), o ASAS de Ramalde, a Conferência Vicentina, o Exército de Salvação, entre outras.
Consideramos que a solidariedade social fará a diferença nestes tempos difíceis pelo que agradecemos, reconhecidamente, o apoio prestado pela “Missão Continente”, Banco Alimentar e Projeto Porto Unido na doação de bens alimentares e à “Fundação Belmiro de Azevedo” pela oferta de máscaras, que foram distribuídas pelas IPSS da Freguesia no sentido de salvaguardar a proteção individual dos seus funcionários e apoiar a continuidade dos seus serviços.

Nos últimos quase sete anos, estes meses têm batido recordes nunca antes atingidos que a Junta, com a disponibilidade e abnegação dos seus funcionários, voluntários e colaboradores, tem respondido de forma excelente, pelo que deixamos uma palavra de agradecimento a todos os que connosco cooperam, pela entrega e demonstração de solidariedade, tão importantes para que todo o apoio chegue às famílias que vivem numa situação de vulnerabilidade social agravada pela COVID-19.

Continuamos a contar com a colaboração de todos, através da doação de bens alimentares, para conseguirmos ultrapassar esta pandemia e ajudar quem mais precisa!